HISTÓRIA

A Convenção nº 155: 1981, da OIT (Organização Internacional do Trabalho), no ponto 1, do seu artigo 4º, estabelece que todo o Estado Membro que tenha ratificado este protocolo deverá, mediante consulta com as organizações mais representativas de empregadores e de trabalhadores interessados e tendo em conta as condições e práticas nacionais, formular, pôr em prática e reexaminar periodicamente uma política nacional coerente em matéria de segurança e saúde dos trabalhadores e meio ambiente de trabalho.
 
Sendo Angola signatária da Convenção, e pretendendo dar cumprimento ao acima estipulado, é criado o CSST sendo uma instituição cuja missão vai ao encontro do objectivo da referida política. Por conseguinte, é inaugurado a 7 de Maio de 2010, estando as suas instalações sediadas em Viana. Desde então, tem norteado a sua intervenção levando em conta o seu Estatuto Orgânico (Decreto Executivo n.º 50/ 10, de 28 de Maio), a legislação nacional em matéria de SHST e as recomendações da OIT.
As acções desenvolvidas pelo CSST nos primeiros anos foram de um grande esforço, sobretudo nas vertentes de informação, divulgação e formação junto do mercado laboral. Estas acções são entendidas como pilares estruturais para a criação de uma cultura de prevenção para que seja interiorizada e assumida por todos, desde aqueles em início de formação curricular profissional até aos que se encontram na condição final de empregadores e trabalhadores activos.
Para além da divulgação e informação, também foram e têm sido prestados serviços de segurança, higiene e saúde no trabalho, bem como feita a identificação das necessidades existentes nesta área (recursos técnicos -normativos, humanos, materiais, entre outros). 

Presentemente, o CSST encontra-se em condições de assumir em pleno e, na prática, a sua responsabilidade como entidade reguladora, normalizadora e certificadora na área da SHST.