Oferta Formativa

OBJECTIVOS
Proporcionar a aquisição de competências em (SHST) Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho a trabalhadores designados e representantes dos empregadores para o exercício de funções, no âmbito da legislação em vigor.

A QUEM SE DESTINA
Trabalhadores de empresas públicas e privadas, estudantes, particulares e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Segurança,Higiene e Saúde no Trabalho;
2. Conceitos básicos;
3. Enquadramento legislativo;
4. Acidentes de trabalho;
5. Doenças profissionais;
6. Principais riscos profissionais;
7. Sinalização de Segurança e Saúde;
8. EPI e EPC;
9. Legislação de âmbito sectorial;
10. A reparação dos acidentes de trabalho e doenças profissionais;
11. Legislação sobre controlo das condições de trabalho;
12. A certificação dos técnicos de SHT.

OBJECTIVOS
Prevenção de Acidentes de Trabalho e Doenças Profissionais, mediante o controle dos Riscos presentes:
• No ambiente
• Nas condições de trabalho
• Na organização do trabalho

A QUEM SE DESTINA
Trabalhadores de empresas públicas e privadas, estudantes, particulares e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Composição
2. Objectivo, Missão Funcionamento e Competência dos Membros.
3. Membros Da CPAT
4. Deveres da Entidade Empregadora e dos Trabalhadores
5. Processo Eleitoral e Atribuições da Comissão Eleitoral
6. Maptss/Comissão de Prevenção de Acidentes de Trabalho
7. O Papel da CPAT na Prevenção de Acidentes/e das Doenças Profissionais
8. Mapas de Riscos

OBJECTIVOS
Conhecer os princípios da prevenção de riscos profissionais de modo a serem integrados na gestão geral das organizações.

A QUEM SE DESTINA
Trabalhadores de empresas públicas e privadas, estudantes, particulares e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Princípios e domínios da Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho;
2. Prevenção de acidentes de trabalho e de doenças profissionais;
3. Controlo da sinistralidade laboral;
4. Análise das causas básicas da sinistralidade;
5. Identificação da presença de sintomas;
6. Actos inseguros e condições perigosas no ambiente de trabalho;
7. O controlo da gestão da Prevenção;
8. Gestão dos Riscos;
9. Plano de Prevenção de Riscos Profissionais.

OBJECTIVOS
• Conhecer os conceitos associados ao ordenamento jurídico no âmbito da Segurança e Saúde do Trabalho (SST);
• Conhecer as obrigações gerais do empregador bem como a documentação e registos obrigatórios;
• Descrever a organização dos serviços de SST;
• Conhecer e Interpretar legislação de âmbito geral e sectorial;
• Interpretar a legislação referente ao controlo das condições de trabalho;
• Conhecer os requisitos necessários à certificação dos técnicos de SHT.

A QUEM SE DESTINA
Trabalhadores de empresas públicas e privadas, estudantes, particulares e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Conceitos essenciais associados ao ordenamento jurídico da SST;
2. A estrutura legislativa de referência;
3. As obrigações gerais do empregador no ordenamento jurídico nacional;
4. A organização dos serviços de SST;
5. Documentação e registos obrigatórios;
6. Legislação de âmbito geral;
7. Legislação de âmbito sectorial.

OBJECTIVOS
• Identificar os factores fundamentais para uma liderança activa e adequada;
• Constatar os aspectos evolutivos das equipas para os gerir de modo adequado;
• Diferenciar os tipos e fontes de poder;
• Caracterizar uma equipa eficaz;
• Identificar as virtudes e as dificuldades do trabalho em equipa.

A QUEM SE DESTINA
Trabalhadores de empresas públicas e privadas, estudantes, particulares e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Lideranças e poder;
2. Tipos de liderança;
3. Fontes de poder;
4. Características de uma equipa eficaz;
5. Conflito;
6. Conceito;
7. Fases do processo de gestão de conflitos;
8. Estratégias para ultrapassar uma situação de conflito.

OBJECTIVOS
Transmitir conhecimento sobre a movimentação da carga, desde a análise do local de movimentação, tipo da carga, até os riscos ergonómicos relacionados à actividade e a importância da movimentação correta, visando principalmente a saúde e a segurança do trabalhador e das pessoas ao redor.

A QUEM SE DESTINA
Trabalhadores de empresas públicas e privadas, estudantes, particulares e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Conceitos gerais de movimentação de carga;
2. Análise da superfície de trabalho;
3. Análise da área ao redor;
4. Constituição da carga (material, volume, forma, peso);
5. Uso de equipamentos auxiliares;
6. Situação de risco;
7. Peso da carga;
8. Localização da carga no ambiente de trabalho;
9. Condições ambientais do local;
10. Percurso com a carga;
11. EPIs (Equipamento de Protecção Individual);
12. EPCs (Equipamento de Protecção Coletiva);
13. Procedimentos em caso de mudanças (residenciais, industriais);
14. Cuidados em áreas de risco (barrancos, escadas e superfícies ruins);
15. Percepção dos riscos e factores que afectam as percepções das pessoas;
16. Impacto e fatores comportamentais na segurança;
17. Entendimentos sobre Ergonomia;
18. Análise de posto de trabalho (levantamento de peso, postura);
19. Riscos ergonómicos.

OBJECTIVOS
a. Assegurar a melhoria das condições de trabalho;
b. Informar e formar os trabalhadores no domínio da SST;
c. Desenvolver uma cultura de prevenção na empresa;
d. Consultar os trabalhadores ou seus representantes em matéria de SST;

A QUEM SE DESTINA
Trabalhadores de empresas públicas e privadas, estudantes, particulares e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Ponto de partida para acções de prevenção;
2. Planificação da Prevenção na Organização;
3. Organização dos Recursos para a actividade Preventiva;
4. Direcção das actividades e acções preventivas;
5. O controlo da gestão da prevenção;
6. Controlo e registo da documentação;
7. Actividades específicas no sistema da gestão da prevenção.

OBJECTIVOS
O formando aprenderá os conhecimentos e técnicas básicas da mecânica automotiva, a estrutura geral dos veículos, os sistemas de direcção, freios, arrefecimento, lubrificação, transmissão e embreagem, seus componentes, funções, possíveis problemas e soluções, suspensão, amortecimento, a parte eléctrica de um veículo, o funcionamento do motor de partida.

A QUEM SE DESTINA
Trabalhadores de empresas públicas e privadas, estudantes, particulares e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Sistemas de Direcção;
2. Sistema de Freios;
3. Motores à Explosão;
4. Sistema de Lubrificação;
5. Sistema de Arrefecimento;
6. Sistema de Transmissão e Embreagem;
7. Suspensão;
8. Amortecedor;
9. Electricidade;
10. Motor de Partida.

OBJECTIVOS
A sinalização de Segurança tem como objectivo, chamar a atenção, de uma forma rápida e inteligível, para objectos e situações suspectíveis de provocar determinados perigos.
No entanto, não dispensa, em caso algum, aplicação de medidas de protecção impostas por diplomas legais
Esta sinalização deve chamar a atenção para: objectos perigosos, situações perigosas; ajudar a ultrapassar perigos e prestar informações relacionadas com a segurança.

A QUEM SE DESTINA
Trabalhadores de empresas públicas e privadas, estudantes, particulares e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Sinalização
2. Significado das cores de Segurança
3. Características da Sinalização de Segurança
4. Sinais de Proibição
5. Sinais de Aviso
6. Sinais de Obrigação
7. Sinais de Salvamento ou Socorro
8. Instalação dos Sinais
9. Meios e Dispositivos de Sinalização
10. Condições de Utilização dos Sinais

OBJECTIVOS
a. Expor quais são os equipamentos do sistema de ar autónomo;
b. Instruir o trabalhador da indústria sobre como usar os equipamentos do sistema de ar autónomo;
c. Informar quais os procedimentos de liberação necessários antes de cada entrada, como fazê-los e quais são os equipamentos usados;
d. Apresentar como proceder em caso de emergência nos trabalhos em espaços confinados.

A QUEM SE DESTINA
Trabalhadores de empresas públicas e privadas, estudantes, particulares e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Conjunto de ar autónomo;
2. Máscara com filtro – uso e teste de vedação;
3. Equipamento de ar mandado;
4. Identificação do equipamento de ar autónomo adequado para cada situação;
5. Necessidade de se fazer a liberação antes do início das actividades em espaços confinados;
6. Equipamento de medição atmosférica: calibragem, identificação e monitoramento
7. Equipamentos e ancoragem adequados que devem ser usados para acessarios espaços confinados;
8. Como realizar a descida correctamente até o espaço confinado;
9. A importância de saber como proceder em caso de emergência.

OBJECTIVOS
a. Garantir a segurança e integridade do funcionário enquanto realiza suas actividades.
b. Prevenção e diminuição contra os acidentes laborais.

A QUEM SE DESTINA
Trabalhadores de empresas públicas e privadas, estudantes, particulares e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Equipamentos de Proteção Colectiva;
2. Equipamentos de Proteção Individual;
3. Selecção de EPIS;
4. Selecção e ensaio de EPIS;
5. Obrigações do Empregador;
Obrigações dos trabalhadores.

OBJECTIVOS
a.Proporcionar aos formandos a aquisição dos conhecimentos necessários para o manuseamento de produtos e interpretação da legislação nesta área;
b. Sensibilizar para o cumprimento das regras de segurança e se identificar as obrigações legais inerentes às áreas de trabalho;
c.Consciencializar os formandos sobre os aspectos ambientais associados ao manuseamento de produtos perigosos.

A QUEM SE DESTINA
Trabalhadores de empresas públicas e privadas, estudantes, particulares e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Caracterização dos produtos perigosos
2. Definições
3. Propriedades físico-químicas
4. Propriedades toxicológicas
5. Riscos associados
6. Requisitos legais e regulamentares
7. Identificação e rotulagem
8. Fichas de segurança
9. Armazenagem
10. Valores Limite de Exposição
11. Utilização de produtos perigosos
12. Medidas de prevenção
13. Medidas de protecção
14. Segurança contra incêndios
15. Controlo de derrames
16. Selecção e utilização de EPIS.

OBJECTIVOS
Explicar as vantagens da segregação dos resíduos para o ambiente, as diferentes fases conducentes a sua preparação e tratamento final.

A QUEM SE DESTINA
Empresas Públicas, Privadas e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Definições sobre o tema meio ambiente;
2. Poluição de Águas, Ar e Solo;
3. Política Ambiental;
4. Objetivos e metas a serem alcançados;
5. Coleta seletiva: - segregação de resíduos de forma correta segundo RESOLUÇÂO CONAMA 275/01;
6. Importância da diminuição da quantidade de resíduo gerado;
7. Importância da realização de reciclagem de resíduo gerado;
8. Aspectos e impactos ambientais referentes a geração de “lixo” e seu descarte; Importância da conscientização geral sobre a preservação do meio ambiente para a sobrevivência do planeta e das futuras gerações;
9. Considerações sobre destinação de variados tipos de resíduos e tratamentos aplicados, conforme o tipo de resíduo.

OBJECTIVOS
Preparar as pessoas para saberem como reagir e actuar em caso de uma emergência (fogo, derramamento, ataque com arma de fogo).

A QUEM SE DESTINA
Empresas Públicas, Privadas e outros.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1. Como aprender com os acidentes;
2. Etapas para a Investigação Objectiva de Acidentes Industriais;
3. Identificando os cenários para o Planejamento do Controle de Emergências;
4. Características dos Acidentes e suas Respectivas Áreas de Impacto;
5. Diretrizes para Elaboração dos Procedimentos de Emergência;
6. Sistema de Comunicação para o Controle de Emergências;
7. Instrução Técnica para Atualização e Elaboração de Planos de Açcões em Emergências;
8. Planejamento de Controle de Emergências para as Comunidades Vizinhas;
9. Programas de Treinamento em Organizações para Controle de Emergências;
10. Auditorias em Organizações para Controle de Emergências.